LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Exynos 2100 vs Snapdragon 888: testes mostram resultados mistos em novo embate

02 de fevereiro de 2021 44

Assim como acontece todo ano, o lançamento da linha Samsung Galaxy S21 trouxe à tona um comparativo muito polêmico: Exynos ou Snapdragon, qual o melhor? A nova família de flagships da gigante sul-coreana vem equipada com o Snapdragon 888 nos EUA e alguns países, enquanto o resto do mundo conta com o Exynos 2100.

Nos últimos anos, as variantes Snapdragon da linha Galaxy S vinham se mostrado superiores em performance e bateria, especialmente devido a superaquecimentos que as versões Exynos sofriam. Com o Exynos 2100, a Samsung prometeu corrigir as falhas do passado, com uma CPU sem núcleos proprietários e melhores otimizações, além de uma GPU mais robusta.

No entanto, agora que o Galaxy S21 já chegou às mãos de alguns canais no YouTube, testes recentes indicam que a situação é um pouco mais complicada que o esperado. Enquanto alguns chegam a mostrar superioridade do Exynos 2100 sobre o Snapdragon 888, outros mostram que o chip da Qualcomm é mais estável e consegue manter a alta performance por mais tempo, especialmente em jogos.

O mais recente e impressionante comparativo entre as duas plataformas foi feito pelo canal Golden Reviewer, utilizando o game Genshin Impact, que mostrou que o chipset da Samsung sofre durante o gameplay, derrubando a taxa de quadros de 60 para 30 FPS em menos de 5 minutos de jogo. Agora, o youtuber trouxe novos números que mostram um cenário curioso.

Os testes de consumo por performance do SPECint2006 mostram superioridade do Snapdragon 888, mas há ganhos massivos do Exynos 2100 sobre o Exynos 990.

Utilizando o benchmark SPECint2006, que avalia consumo e performance simultaneamente, Golden Reviewer comprovou que o Exynos 2100 é significativamente mais eficiente que o Exynos 990, ainda que siga perdendo para o Snapdragon 888, mas desta vez por uma margem menor que no passado.

O núcleo mais potente do 2100 atinge cerca de 39 pontos e consome cerca de 3,2W resultando em uma performance por Watt de 12,38, contra 30 pontos e 3,82W do núcleo mais potente do 990, que apresenta performance por Watt bem menor, de apenas 8,09. A evolução de geração para geração é visível, e o novo chipset da Samsung chega a superar o Snapdragon 865 Plus e o Kirin 9000.

Em comparação ao Snapdragon 888, temos um cenário mais apertado. O núcleo mais potente da Qualcomm marca 42 pontos com consumo de 3,04W, resultando em performance por Watt de 14,07. A situação se agrava quando passamos para os núcleos intermediários, com a diferença entre Qualcomm e Samsung passando dos 5 pontos.

Em resumo, temos uma enorme evolução do Exynos 990 para o 2100, mas ao menos nesse comparativo, o Snapdragon 888 segue melhor. Apesar disso, testes extensivos realizados pelo site Android Authority com as duas variantes de um Galaxy S21 Ultra mostram um cenário ainda mais complicado.

O portal realizou testes no Geekbench 5, para CPU, no 3DMark, para GPU, e no AnTuTu, para resultados mistos, além do Speed Test G, que combina os principais benchmarks do mercado para evitar qualquer interferência. Por fim, também foram realizados testes de bateria, para conferir a autonomia de ambas as versões.


Começando pelo Geekbench 5, temos leve vantagem do Exynos 2100 sobre o Snapdragon 888, muito em virtude de seus clocks mais altos. O chip da Samsung marca 1.109 pontos em single-core e 3.620 em multi-core, enquanto o processador da Qualcomm atinge 1.098 pontos em single-core e 3.363 em multi-core. A diferença não deve ser visível em tarefas cotidianas mais básicas.


A situação muda de figura no 3DMark, com a Adreno 660 do Snapdragon ganhando por uma leve margem da Mali-G78 do Exynos. A plataforma da Qualcomm atinge 7.895 pontos, enquanto a solução da Samsung registra 7.761 pontos. Novamente, ao menos segundo os testes, a diferença não é grande o suficiente para ser notada no cotidiano.


Curiosamente, no AnTuTu, o Snapdragon 888 começa a abrir ampla vantagem sobre o Exynos 2100, com os chips marcando 701.672 pontos e 644.316 pontos, respectivamente. Não se sabe dizer o exato motivo da diferença significativa por aqui, mas as teorias apontam para falta de otimização para o Exynos, ou simplesmente falta de performance do chipset sul-coreano.

Os resultados mistos vistos em outros testes persistem no Speed Test G, que agora mostra leve superioridade da CPU do Snapdragon, mas margem maior de vantagem em cargas de trabalho mistas e nas voltadas para a GPU. O 888 conseguiu tempos de 36,23ms, 18,53ms e 26,28ms respectivamente, enquanto o 2100 marcou 37,82ms, 21,59ms e 34,43ms, com números menores indicando melhor performance nesse caso.

Para encerrar, os testes de bateria mostram mais resultados curiosos, e podem ser o ponto chave do comparativo. O Galaxy S21 Ultra com Exynos conseguiu entregar mais tempo de bateria, com cerca de 3h45min (ou 226min) de uso, enquanto o modelo com Snapdragon entregou 27 minutos a menos, com 3h18min (ou 199min). O chip da Samsung aparenta ser mais eficiente, mas o motivo dessa maior eficiência é que o Exynos sofre com gargalos mais intensos, e em menos tempo de uso intenso.

É possível notar na tabela a seguir, que mede o tempo de conclusão do Speed Test G, como o Exynos 2100 sofre seriamente com o aquecimento, sofrendo gargalos mais agressivos e em menos tempo que o chip da Qualcomm. Enquanto isso, o Snapdragon, apesar de também gargalar, consegue manter muito mais desempenho, estabilizando em um bom resultado após algumas rodadas.

Em conclusão, diante da coletânea de testes realizados até o momento, é possível dizer que o Exynos 2100 é de fato uma enorme evolução quando comparado ao Exynos 990, e é bastante provável que não seja possível notar diferenças em uso mais leve do Galaxy S21 entre o chip da Samsung e o Snapdragon 888. No entanto, caso seu foco seja jogar ou realizar tarefas mais pesadas, o processador da Qualcomm ainda é a melhor aposta, especialmente considerando sua maior estabilidade.


44

Comentários

Exynos 2100 vs Snapdragon 888: testes mostram resultados mistos em novo embate
Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Android

Cyber Monday 2020 TudoCelular: as melhores promoções em celular

Android

Encontre ofertas e compare preços com o TudoCelular | Guia Black Friday 2020