LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Sobreviveu! iPhone 13 Pro Max passa por rigoroso teste de resistência e mostra boa durabilidade

30 de setembro de 2021 6

A Apple navegou por águas turbulentas após o lançamento do iPhone 6 Plus em 2014. Diversos usuários reclamaram da péssima resistência do smartphone na época, avaliando que seu corpo entortava muito facilmente ao aplicar pressão. Desde então, os celulares da big tech vêm adquirindo mais durabilidade.

Recém-lançado, o iPhone 13 Pro Max chegou às temidas mãos de Zack Nelson, do canal JerryRigEverything. O novo carro-chefe da empresa passou por rigorosos testes de resistência e teve seus resultados publicados nesta quinta-feira (30).

Nelson observa que a fabricante adotou uma nova embalagem que elimina o invólucro de plástico e promete reduzir a emissão de resíduos poluentes sem comprometer a proteção dos dispositivos adicionados à caixa.

Passando para os testes, o vidro Ceramic Shield fabricado pela Corning — também responsável pelo Gorilla Glass — volta a exibir sua ótima resistência a riscos e apresenta danos mínimos nos níveis 6 e 7 da tela. O especialista nota que os arranhões são muito tênues e quase imperceptíveis comparados ao observado em outros celulares.


O alto-falante está mais próximo das bordas do aparelho. Nelson avalia que esse componente é sólido e a placa de metal não é removida facilmente. As laterais, por sinal, ainda são produzidas em aço inoxidável, mas nota-se que o som produzido pelo atrito nos testes é diferente, sugerindo que alguma mudança possa ter sido implementada sem alarde.

O vidro antirreflexivo ainda se mostra à prova de riscos leves como na geração anterior, mas o módulo de câmeras parece ser muito menos resistente que as supostas promessas de vidro de safira da Apple. Nelson cita o desmanche do Kyocera DuraForce Ultra 5G, que realmente ostenta uma tela construída a partir desse material.


Os cristais de cerâmica voltam a se mostrar eficientes no teste de calor. Mesmo com a chama do isqueiro queimando o vidro por mais de um minuto, a tela não apresentou qualquer mal funcionamento.

Para concluir os experimentos, Zack Nelson realizou o clássico teste de dobra com o iPhone 13 Pro Max. O modelo preocupou ao apresentar ruídos de quebra ao ter força aplicada em diferentes pontos, mas de qualquer forma, não foi danificado e seu funcionamento parece não ter sido prejudicado.

O iPhone 13 e suas variantes já estão disponíveis para compra no Brasil com preços que partem de R$ 6.599 na loja oficial da Apple.

Veja mais!

O Apple iPhone 13 Pro Max está disponível na Submarino por R$ 9.764. Para ver as outras 29 ofertas clique aqui.
(atualizado em 05 de dezembro de 2021, às 23:08)

6

Comentários

Sobreviveu! iPhone 13 Pro Max passa por rigoroso teste de resistência e mostra boa durabilidade
Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Especiais

Nada de Black Fraude! Ferramenta do TudoCelular desvenda ofertas falsas