LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Atrasada, de novo: Intel confirma adiamento do processo de 7nm para final de 2022

24 de julho de 2020 4

Desde que adiou consecutivamente o lançamento de processadores baseados em 10nm, a Intel vem passando dificuldades para manter a relevância de seus chips diante dos grandes avanços de sua maior rival, a AMD. Com o lançamento da família Ryzen pelo time vermelho, especialmente nas geração 3000 para desktops e 4000 para portáteis, o time azul foi aos poucos sendo deixado para trás, algo que não pôde ser recuperado mesmo com a chegada da família Ice Lake.

Pelo jeito, os problemas estão longe do fim, com o mais recente anunciou da Intel realizado hoje, durante conferência em que discutiu seus resultados financeiros para o segundo trimestre de 2020. Ainda que tenha tido crescimento considerável, a companhia revelou novos atrasos na fabricação de chips, dessa vez relacionados à litografia de 7nm.

Apesar do crescimento durante a pandemia, a Intel anunciou o atraso do lançamento de seu processo de 7nm

De acordo com Bob Swan, CEO da fabricante, problemas que ocasionaram a degradação dos chips produzidos levaram a companhia a adotar novos planos para lidar com a situação, o que resultou no adiamento do lançamento do novo processo. As dificuldades chegaram a afetar a produção das GPUs Ponte Vecchio, que tiveram sua data de chegada remarcada para o fim de 2021 e início de 2022, bem como os processadores Granite Rapids para servidores, que agora só devem ser lançados em 2023.

A AMD já trabalha com 7nm, enquanto planeja o lançamento de chips de 5nm.

A AMD é a maior beneficiada com o atraso, já tendo visto suas ações dispararem na bolsa de valores. A companhia tem atacado com sucesso sua rival em todos os segmento, não apenas oferecendo chips mais baratos em 7nm, como os recém-anunciados Ryzen 4000G para desktops e Threadripper Pro para workstations, como ainda preparando seu próximo passo com planos para o lançamentos de chips de 5nm para 2022.

E você, leitor? Acha que a Intel irá conseguir se recuperar? Conte pra gente nos comentários!


4

Comentários

Atrasada, de novo: Intel confirma adiamento do processo de 7nm para final de 2022
Android

Cyber Monday 2020 TudoCelular: as melhores promoções em celular

Android

Encontre ofertas e compare preços com o TudoCelular | Guia Black Friday 2020

Android

O melhor celular para comprar de presente no Natal 2020

Especiais

Nada de Black Fraude! Ferramenta do TudoCelular desvenda ofertas falsas