LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Alto custo do Snapdragon 8 Gen 4 pode afastar fabricantes que podem optar por chips MediaTek

05 de julho de 2024 28

Atualização (05/07/2024) - EB

Os preços dos celulares topo de linha deve aumentar com o lançamento do Snapdragon 8 Gen 4. Relatos dizem que o chip será mais caro devido à nova CPU, RAM LPDDR5T e outros componentes avançados. Segundo o WCCFTech, as fabricantes estão inseguras em usar o chip em seus celulares devido ao alto custo.

Esta situação fez com que as fabricantes de smartphones ainda não tenham feito pedidos do Snapdragon 8 Gen 4 para a Qualcomm, o que dificulta calcular o seu preço unitário, mas o informante Yogesh Brar estima que ele deve ficar entre US$ 220 e US$ 240 por chip, cerca de R$ 1.210 e R$ 1.320 em conversão direta.

Para fins de comparação, o Snapdragon 8 Gen 3 custa cerca de US$ 200 (R$ 1.100) para as fabricantes, o que significa que cada celular deve ter um acréscimo de US$ 20 a US$ 40 nesta geração, mas a diferença pode ser ainda maior para aqueles que comprarem menos unidades do chip, pois a Qualcomm costuma reduzir o preço para grandes remessas.

O alto custo deve estar relacionado principalmente a mudança da litografia de 4nm para a N3E de 3nm da TSMC com núcleos Oryon personalizados da Qualcomm, o que exigiu um investimento milionário da fabricante que agora quer recuperá-lo com as vendas do Snapdragon 8 Gen 4.

A alternativa seria usar chips da MediaTek, o que já alimentou rumores de que a linha Galaxy S25 pode ter versões com o chipset Dimensity 9400 ao invés do Snapdragon 8 Gen 4.

Matéria original (24/06/2024)

Celulares com Snapdragon 8 Gen 4 podem ser mais caros devido à CPU Oryon, RAM LPDDR5T e mais

O Snapdragon 8 Gen 4, suposto processador de alto desempenho que deve ser anunciado em breve pela Qualcomm, pode tornar os celulares e tablets significativamente mais caros devido às novas tecnologias que acompanharão seu lançamento, segundo informações divulgadas na sexta-feira (21) pelo vazador Digital Chat Station.

Um dos fatores que pode tornar os celulares equipados com Snapdragon 8 Gen 4 mais caros que modelos com Snapdragon 8 Gen 3 é o suporte para RAM LPDDR5T, um novo padrão que aumenta a velocidade e eficiência de energia da memória. Cabe lembrar que a MediaTek já adotou essa tecnologia com o lançamento do Dimensity 9300.

(Imagem: Reprodução)

Outra tecnologia que pode se tornar padrão em celulares equipados com o novo processador são as baterias de silício. A maioria dos topos de linha devem passar a contar com esse tipo de bateria, que permite aumentar sua capacidade sem torná-la muito espessa.

Além disso, o Snapdragon 8 Gen 4 está confirmado como o primeiro chip para smartphones com CPU Oryon, a mesma utilizada no Snapdragon X Elite e Snapdragon X Plus. Os núcleos dessa CPU são customizados pela Nuvia, uma startup formada por ex-engenheiros da Apple e adquirida pela Qualcomm em 2021.

Também é importante observar que o Snapdragon 8 Gen 4 será o primeiro da série com litografia de 3 nanômetros da TSMC. Para contextualizar, a Qualcomm adotou a litografia de 4 nanômetros em 2021 e manteve a tecnologia até o Snapdragon 8 Gen 3, de 2023, o que permitiu reduzir custos graças à maturidade do processo.

A Qualcomm deve anunciar o Snapdragon 8 Gen 4 como a nova geração de sua plataforma para celulares tops de linha durante a Qualcomm Summit, evento programado para 21 a 23 de outubro.

Veja mais!

Mais Notícias
Mais Notícias

28

Comentários

Alto custo do Snapdragon 8 Gen 4 pode afastar fabricantes que podem optar por chips MediaTek
Economia e mercado

Huawei Kirin 9010L: chipset inédito é encontrado em smartphone intermediário da chinesa

Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Windows

Versão 122 beta do Microsoft Edge com melhorias e atualização de recursos